Chapecó e Região Convention & Visitor Bureau

Chapecó e Região Convention & Visitor Bureau

Surgimento dos CVBs

O surgimento do primeiro Convention & Visitors Bureau do mundo foi motivado por um artigo do jornalista Milton Carmichael, no periódico The Detroit Journal, em 6 de fevereiro de 1896, que questionava a passividade dos empresários locais com relação aos benefícios da vinda de visitantes para a cidade.

Interpretado adequadamente, o artigo dizia que os empresários deveriam parar de promover a concorrência predatória entre seus empreendimentos, olhando cada um para seus próprios interesses, e privilegiar uma visão global e estratégica do mercado, atuando de forma coletiva em favor do desenvolvimento econômico da cidade como um todo. Esta atitude, na visão do jornalista, acabaria por beneficiar cada um dos participantes.

O pensamento de Carmichael continha o embrião do associativismo no setor de turismo. No fundo, Carmichael promovia as vantagens de se colocar o bem comum acima do bem individual – ou seja, incentivava o associativismo em favor da comunidade.

A mensagem subliminar que ele passou era de que é muito melhor ter um negócio – qualquer que seja e do tamanho que for – numa economia forte, vigorosa, em crescimento, do que lutar para manter uma empresa em funcionamento numa economia estagnada ou em declínio.

Está aí a gênese de todos os CVBs: agir no incentivo da economia local, de forma a garantir o incremento dos negócios de todos os associados mantenedores e perpetuar suas empresas. Como dizia o mestre Theodore Levitt: o primeiro negócio de qualquer empresa é permanecer no negócio.

Os CVBs no Brasil

Diversos destinos brasileiros também criaram seus CVBs. No Paraná, as iniciativas surgiram em 1998 – com o Iguassu Convention & Visitors Bureau e o Londrina Convention & Visitors Bureau. Em 2000, foram os empresários da capital que constituíram o Curitiba Convention & Visitors Bureau. Os empresários de Maringá e região se estruturaram em 2003, configurando o Maringá e Região Convention & Visitors Bureau. Em 2005, foi a vez da região dos Campos Gerais fundar o Ponta Grossa Convention & Visitors Bureau. Esse movimento permitiu que os cinco CVBx paranaenses constituíssem a Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado do Paraná (FCVB-PR). Esta, por sua vez, passou a ser associada à Confederação Brasileira de CVBx.

No Rio de Janeiro, na capital, foi fundado o segundo Convention & Visitors Bureau brasileiro, em 1984. Em seguida, a cidade de Petrópolis, em 1994; Teresópolis, em 2003; Nova Friburgo, em 2004; Búzios, em 2005; e Cabo Frio, em 2005 – que juntos fundaram a Federação de CVBx do RJ (fcvbrj.org.br), em 2006. Na sequência, Macaé e Paraty, em 2008; Rio das Ostras e Angra dos Reis, em 2009; Campos dos Goytacazes, em 2010; Araruama, em 2011; e Itaboraí, em 2015, também fundaram os respectivos CVBx.

Fonte: brasilcvb.com.br

Chapecó em Números

213.279

habitantes em 2017

0,790

IDH PNUD/2010

67

Posição no IDHM

21.881

empresas em atividade

Nossos Parceiros