Chapecó e Região Convention & Visitor Bureau

Notícias

12/Dez

8 Tendências que Influenciarão o Turismo em 2018

A capacidade de adequar-se às mudanças do mercado é essencial e determinante para a sobrevivência de qualquer empresa. No turismo, notamos que as mudanças provocadas pela tecnologia influenciam muito nos negócios e incentivam a inovação.

Acompanhar o ritmo acelerado dessas mudanças não é fácil, mas fundamental para ajustarmos nossas estratégias e definirmos os melhores caminhos. Assim, listamos a seguir as 8 Tendências que influenciarão o setor de turismo em 2018.

#1 – Experiência turística pegou finalmente! – Não é nenhuma novidade que viajantes no mundo todo buscam experiências e vivências autênticas em cada destino. Mas na prática, poucas empresas estão se esforçando para oferecer algo diferente, que pode marcar uma viagem e torná-la inesquecível. Há muito espaço para operadoras, agências de viagens e agências receptivas agregarem valor aos seus serviços com experiências turísticas.

#2 – Realidade virtual é realidade – e impacta diretamente na tomada de decisão, em diferentes etapas da jornada do turismo. Tanto na inspiração, para escolha do destino de férias, como no planejamento, na compra e, até mesmo, durante a viagem. Diferentes modelos de negócios estão aproveitando esta tecnologia para influenciar viajantes, tais como destinos, agências de turismo receptivo, hotéis, atrações turísticas, dentre outros. O custo desta ferramenta está cada vez mais acessível e pode se encaixar no orçamento das pequenas empresas.

#3 – OTAs expandem atuação – a Booking.com já incorporou casas e apartamentos, seguindo Airbnb e HomeAway. Agora a gigante começou comercializar voos, trens, locação de carro e táxi. Por outro lado, o Airbnb, que já vinha comercializando experiências nos principais destinos turísticos do mundo, já informou que pretende oferecer voos, atuando mais como agência de viagens online. Em função disso, as outras OTAs começaram a se mexer. Vamos acompanhando…

#4 – ChatBots – automação do atendimento ao cliente via chatbots para prover respostas instantâneas aos clientes continuará forte em 2018 e inclusive acessível às pequenas empresas. Excelente oportunidade para agências, operadoras, hotéis, etc.

#5 – Mudanças no “front“ – o crescimento enorme dos fluxos de turistas asiáticos já provocou mudanças no turismo em 2017 e deve acentuá-las em 2018. No ano passado vimos que dos dez destinos turísticos mais visitados no mundo, seis são asiáticos. Por aqui já percebemos há algum tempo a maior oferta e o maior interesse dos brasileiros pelos destinos asiáticos. Eles não são óbvios, ao contrário, muitos são exóticos e o papel do consultor de viagens torna-se ainda mais relevante nestas situações.

#6 – Foco nas gerações Y e Z – os millennials (também conhecidos como geração Y) já estão crescidos e muitos viajam bastante, inclusive a trabalho. São bleisures, vivem conectados e apreciam características locais dos destinos. A geração Z, que compreende os jovens que nasceram a partir de 2000, está atingindo a maioridade em 2018. Para eles viajar é um estilo de vida, fidelização é algo completamente desconhecido e a tecnologia é imprescindível em todas as etapas da viagem.

E por que foco nesses jovens? Porque representam enorme potencial de consumo e principalmente porque eles ditam a moda. Se precisar de mais um motivo, é bom lembrar que eles são os futuros clientes da maioria das empresas.

#7 – Reputação online ganha mais peso – o que outros viajantes falam sobre um destino ou uma marca é muito mais importante que publicidade. As postagens nas redes sociais, depoimentos e comentários que os viajantes fazem online é extremamente importante para a tomada de decisão de outros consumidores. Então, muita atenção no seu site, canais nas mídias sociais, avaliações no Google, Facebook e TripAdvisor (se for o caso). Acompanhe bem de perto o que os clientes falam da sua marca.

#8 – Staycation – mistura as palavras stay e vacation, e significa que muitos consumidores estão optando por destinos e experiências próximos de casa. Essa tendência ainda é pouco conhecida no Brasil, mas já se observa esses movimentos nos EUA e Europa. São boas escapadas para fins de semana e feriado e fazem muito sentido principalmente para quem vive nas grandes cidades. Sua empresa está oferecendo algum produto neste sentido?

Alguma outra tendência do turismo ficou fora desta lista? O que você acrescentaria? Ótimo 2018 para você!


Fonte: https://www.mercadoeeventos.com.br/blogs/8-tendenc...



Outras Notícias

13
Dez
Lançamento da Revista Vale das Águas
Na noite de quarta-feira (12) em Chapecó, foi realizado no espaço da Santa Maria Imóveis, o coquetel de lançamento da Revista "Vale das Águas", a qual... Leia Mais
11
Dez
Indústria de viagens de negócios valerá US$ 1,7 trilhão em 2023
Um novo relatório com uma análise aprofundada prevê que a indústria global de viagens de negócios valerá cerca de US $ 1,7 trilhão até 2023, registrando... Leia Mais
11
Dez
Organização da oferta em turismo rural
A incorporação do turismo na rotina de uma propriedade não pode ser improvisada sem uma análise cuidadosa dos riscos e oportunidades. Um dos primeiros... Leia Mais
11
Dez
Gestão de crises: o que podemos aprender com o caso Carrefour
10 DE DEZEMBRO DE 2018SICOM ATENDIMENTO, MARKETINGO Carrefour está enfrentando uma crise de imagem nas redes sociais após circular a notícia de que um... Leia Mais

Nossos Parceiros